Faz de conta

Os doze trabalhos,

os quarenta ladrões,

os 120 dias de Sodoma,

as mil e uma noites,

as vinte mil léguas submarinas,

os doze meses,

as quatro semanas,

os sete dias,

as vinte e quatro horas,

os minutos – sessenta – segundos,

o que se conta,

o que não é possível

contar.

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em Poesia

6 Respostas para “Faz de conta

  1. amelia

    Amigo: gosto do que escreve, mas gostaria também que participasse na nossa lista – em que se inscreveu…

  2. Marcus

    Seu poema me fez contar: quase 95 kg, 49 anos, 510 km da infância, 3 filhos, 1 mulher, vários trabalhos, poucos dinheiros, muitas dúvidas, outras dívidas, alguma alegria e amigos que contam.

  3. M.

    Gostei muito do poema. Obrigada, Nilson, por sua presença, pelos seu apoio. Abraço.

  4. Kátia Borges (crear)

    Amei este poema, desde quando, ainda virgem em meus ouvidos, pude ter o privilégio de ouvi-lo ao som de sua própria voz. Aí foi 10!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s