Bomboniére

Um desses brilhantes casuais

que ao toque das mãos produz

estalidos, ranhuras, um cheiro

de promessas doces, um gosto

de sonho realizado. Um saber

dissolvido na boca, um sabor

grudado na alma.

Anúncios

10 Comentários

Arquivado em Poesia

10 Respostas para “Bomboniére

  1. Isso é uma pérola ou um sonho de valsa? Minha dúvida é tanta que temo engolir, com sabidas consequências, as pérolas como se fossem um bombom, e portar este, perdendo o prazer de senti-lo na língua, como pretensioso enfeite.
    Hum, acho que foi mesmo essa a tua intenção!

  2. O sabor
    da poesia
    na
    vitrine
    das
    variedades.

  3. Poesia do sabor, uma delícia.

  4. Lindo, Nilson. Poesia dos sentidos.

  5. Poema brilhante, Nilson. E gostoso… 🙂 Demais, é a tua poesia. Abraço!

  6. Ivonete Moniz Pacheco

    É doce ou é gente?
    Doce poesia.
    Gostosa a imaginação.

  7. Poema com gosto de chocolate, ou melhor, de uma caixa inteira de chocolate.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s