A noite (poema de Martha Galrão / Maria Muadié)

Daqui de casa
seguro a noite em meu peito.
Agarro a noite à unha
como um grande e velho touro negro.
Com um fio de voz
mantenho a lua suspensa (imensa).

.
Se eu dormir
a noite desmorona.

(Extraí esse belo poema de Martha do site Plataforma para a poesia. Porque a noite está sempre por um fio!).

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em Poesia

6 Respostas para “A noite (poema de Martha Galrão / Maria Muadié)

  1. fez bem, Nilson, em trazer esta noite para nós aqui.

  2. ô, Nilson, que bom me ver aqui…
    ainda mais nesses dias que desceu sobre mim uma noite que não quer ir embora.
    beijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s