O mar de repente

Era menino,

e só queria ver o mar.

.

Era menino,

e só queria ver o mar.

.

É o mar, é o mar, é o mar,

é o mar, é o mar, elo-mar.

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em Poesia

8 Respostas para “O mar de repente

  1. Chico Muniz

    Ei, gostei disso. Tem mais?

  2. Rogério Palmeira

    Beleza Pura!

  3. tomei um susto com o final. bárbaro!

  4. você bota pra quebrar MESMO!

  5. Lindo. O mar é demais mesmo, seu poema também.

  6. “menino, vem brincar no mar, ô mar…”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s