Baião de brinquedo

SanfonaCrédito da ilustração

Gonzaga, não, destino,

menino rasga o fole,

criança no terreiro,

zabumba, flor da pele.

.

 Gonzaga, sim, que sorte,

quem sabe Deus que pode,

caminho sem porteiras,

arrasta-pé, saudade.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Poesia

4 Respostas para “Baião de brinquedo

  1. Essa sua série junina está linda, dançante, lúdica, intensa. Uma festa dos sentidos.

    Que bom, que bom!!!

  2. aeronauta disse tudo: dá gosto de ler as “juninas”.

    Tá divertido fazer essas ‘juninas’!

  3. Está no clima mesmo. Li seu texto “Para você, inadvertidamente”: foi assim que encerrei a minha fala. Valeu, obrigada (dei os créditos, claro!)!

    Não deu pra ir: coisas do trabalho. Mas fico super feliz de ter estado lá, de certa forma. Eu que agradeço, Gerana!!!

  4. e viva gonzagão, e viva nilsão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s