Aleivosia

Cuidado com tudo isso

que não te espera,

que tudo isso que não

te espera nada mais é

que teu fado: e eis que

vem vindo algo mais

que à noite não se vê, não se

distingue na floresta

das visagens, das insônias,

dos meandros deste ser

que se desvela.

Cuidado sobretudo com

as palavras que deixaram

de existir.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Poesia

3 Respostas para “Aleivosia

  1. Que ritmo! Li num golpe entre duas necessidades de respirar. Sinto tanta pena por não estarmos todavia em 2004 pelo menos, com o Selo Letras da Bahia existindo, comigo lá tendo a honra de aprovar seu livro de poemas.
    Vou levar para o leitora, ok?

  2. Puxa vida, lindo, coisa dos céus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s