Flores, palavras, sons

Ainda não sei direito como virei um bicho da blogosfera. É verdade que somos cada vez mais numerosos, e, parafraseando Andy Warrol, diria que no futuro todo mundo terá pelo menos uns quinze blogues. Meu professor de bloguês e amigo-irmão Marcus Licuri Gusmão andou fazendo umas reflexões a respeito. Eu da minha parte fico feliz com essa outra dimensão, onde vamos criando laços, até mais, acredito, que nos orkutes e secondlifes da webvida. Ave Márcia Sarapatel Rodrigues, Kátia Madamek Borges, Martha Maria Mudiaé Galrão, Christiana Cacosmeusbotões Fausto, Paulo Blog do Galinho Gallo, Chico Poecia Vivas, Celso Acorde Verso de Carvalho, companheiros mais antigos de viagem e conversas blogueiras. Ave os novos, Aeronauta, Rogério Riso Vermelho Palmeira, Luísa Bu Gusmão, Christine As mil e uma borboletas Leboucher, Tistu, e Gerana Leitura Crítica Damulakis, que dedicou ao Blag e a Madamek um belo poema de Robert Frost. E quero compartilhar a música de um cara de Sergipe, R4f4, que também tem passado por aqui e, além de poeta, é um baita compositor. Entre aqui e veja as músicas dele no myspace.

É isso aí, caro blogonauta sem blogue: não se preocupe, você ainda vai ter um.

Anúncios

7 Comentários

Arquivado em Poesia

7 Respostas para “Flores, palavras, sons

  1. Mas, de que diabos adianta ter um e ser olvidado pelo Blag?

    P.S. Reparação agora só aceito em espécie ou em substâncias não recomendadas pela Carta Magna.

    Omissão irreparável, meu caro. Mas tenho uma explicação mais ou menos razoável pro olvido: o mote era justamente a interação, e, como nunca mais deste as caras, na prática não estavas participando desse, digamos, embate de idéias descrito no post. Saliente-se que sou ouvinte assíduo da vossa emissora. Mas acho que feri um mandamento da blogosfera: a comunidade não é apenas dos que põem a cara na tela. Desde já, estou disponível pra discutir que espécie de reparação estará à altura de tal equívoco – com o Ingresia e com quaisquer outros que tenham se sentido olvidados!

  2. Vida longa ao Blag, Nilson, inspiração para todos nós. Abraço, c.

  3. Vida longa ao Blag, Nilson, inspiração para todos nós. Poesia na veia! Abraço, c.

    Pois é, Christiana, valeu!!

  4. Bernardo

    Consegui! agora que achei o caminho, deixei umas migalhas de pão para não mais me perder. A partie de agora, vc tem a responsabilidade de mais um leitor assíduo.
    Abraço

    Ave, Bernardo. Puta responsa, mas tem reciprocidade. Tb vou ficar de olho! Abraço.

  5. Certeza! Até eu, agora, tenho um. Aliás, dois! hehe..

    gostei do que li por aqui. Abraços.

  6. Legal a homenagem para todos nós. Tudo na vida fica gostoso quando há uma troca. Nada de rua de mão única. Portanto, Ave poeta Nilson Pedro Blag!

  7. Obrigado pela parte que me toca 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s