Daunbailó

          

 

          Acabo de rever Daunbailó, de Jim Jarmusch. Ele mesmo, o rei dos maneiristas. Mas pra mim o filme tem algo de clássico. Tem Roberto Benigni, com todas as caras e bocas. Tem Tom Waits, figuraça, com aquela pinta de duende dopado.

 

            Melhor ainda, tem a música de Tom Waits, num travelling maneiro pelas ruas de New Orleans. A velha New Orleans, já que o filme é dos anos 80, bem antes do Katrina.

 

            Os cacoetes do diretor estão todos lá, inclusive aquelas cenas em que nada acontece. Roberto Benigni é praticamente o mesmo de A vida é bela. A história é um fiapo.

 

            O filme, entretanto, funciona como uma espécie de comédia blasé. Achei tão tocante agora quanto na primeira vez, mais de vinte anos atrás.

 

            A cena pescada do youtube é antológica. Tanto que de vez em quando me lembrava dela e, Emília é testemunha, do jogo de palavras idiota de Bob, o homicida italiano atrapalhado que mal fala inglês: “I scream, you scream, we all scream for ice cream”.

 

            Ah, sim, o diretor de fotografia é o mesmo de Paris, Texas. O filme foi lançado recentemente em dvd e tem, nos extras, um clip doidão de Tom Waits.

 

            

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Poesia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s