Felicidade

MaskCrédito da foto

  

Felicidade é pouco;

quero entender de repente.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Poesia

2 Respostas para “Felicidade

  1. Oi Nilson, em resposta ao seu singelo poema envio uma música q conheci agora, de Gil cantada por Cássia Eller, linda demais. Acho q se trata disso qdo diz q “quer entender de repente”.

    Queremos saber,
    O que vão fazer
    Com as novas invenções
    Queremos notícia mais séria
    Sobre a descoberta da antimatéria
    e suas implicações
    Na emancipação do homem
    Das grandes populações
    Homens pobres das cidades
    Das estepes dos sertões
    Queremos saber,
    Quando vamos ter
    Raio laser mais barato
    Queremos, de fato, um relato
    Retrato mais sério do mistério da luz
    Luz do disco voador
    Pra iluminação do homem
    Tão carente, sofredor
    Tão perdido na distância
    Na morada do senhor
    Queremos saber,
    Queremos viver
    Confiantes no futuro
    Por isso se faz necessário prever
    Qual o itinerário da ilusão
    A ilusão do poder
    Pois se foi permitido ao homem
    Tantas coisas conhecer
    É melhor que todos saibam
    O que pode acontecer
    Queremos saber, queremos saber
    Queremos saber, todos queremos saber

  2. Marcus Gusmão

    Li este poema a primeira vez, antes do comentário de chirstiana e achei que era apenas a urgência do seu entender, do seu querer mais . Só isso mesmo.
    li novamente hoje e vi as cobras, as serpentes, o veneno que imobiliza esta tal felicidade.
    Li novamente e vi os repentistas no poema.
    Você tá retado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s